segunda-feira, 29 de novembro de 2010

meu curso de gaita

um amigo meu me disse

"vou a BH e quero pegar uma aula de gaita com vc"

e eu disse

"cara, eu não toco muito, mas o Leandro, o Osmar, o Marcelo e o Pedro sacam muito e têm didática"

mas ele falou

"ah cara, vou querer com vc mesmo"

e eu falei

"então beleza"

claro que vai ser mais um bate papo e uma boa desculpa para rever os amigos e trocar umas idéias, pq realmente, eu não estou em posição de ensinar muita coisa a ninguém em termos de gaita. Mas nada nos impede de nos divertirmos.

eu me lembro anos atrás de ter visto no Eurotrash uma reportagem sobre mendigos na Itália que davam aulas sobre mendicância para jovens turistas. Devia ser divertidíssimo, tanto pela grana pros mendigos quanto pros turistas. Nada como aprender alguma coisa realmente útil ;-).

aposto que assim como no mundo da gaita, devem haver mendigos mais e menos conhecedores, mas cada um deles deve ter algo a acrescentar. E talvez, até eu tenha alguma dica ou outra que funcione.

então já estou bolando como vai ser essa minha não-aula de gaita. Tudo no chutômetro. Mas ainda assim pode ser divertido.

por exemplo, acho que a aula vai começar com um copo de whisky. Um só, prá gente não perder o fio da meada. Mas pode ser tomando cerveja durante, pq todo mundo sabe que ninguém fica tonto de verdade com cerveja. Só aqueles que não mentem, claro.

a primeira parte do meu curso (de 1 dia, na verdade, se durar mais de 2h vai ser muito mesmo) vai ser sobre percepção da gaita. Isso é uma coisa séria. Quando eu tinha 14 anos, eu peguei catapora e fiquei de cama 1 mês. Minha vida se resumia a dormir, ter febre, tomar banho com permanganato de potássio, comer e ver novela mexicana na TV. Foi quando eu resolvi pegar uma gaita que eu havia ganhado do meu pai e tentar tirar umas musiquinhas de ouvido, afinal, meus amigos estavam todos aprendendo violão e pegando garotas nos churrascos, quem sabe a gaita não me ajudaria neste sentido?

minha primeira idéia foi exatamente esta: "se eu ficar soprando e aspirando esses buracos até a morte, estes sons entrarão em minha cabeça e eu conseguirei tocar as músicas pq me lembrarei de onde estavam os sons". Esta frase definiu tudo o que eu sei de gaita (que é bem pouco) e talvez graças a isso, eu tenha uma certa facilidade para tirar pequenas melodias, desde que hajam 12 gaitas diatônicas, 1 em cada tom, para eu tentar tirar a música em 2a posição. Vou exercitar isto com brincadeiras de "toque o que eu estou tocando" por uns 10 mins.

a segunda parte do meu curso vai ser sobre como usar músicas prá tocar gaita. Isso pq o melhor amigo do gaitista são as músicas para tocar em cima. É importante frisar aqui alguns aspectos que eu percebi ao longo dos anos:
  • músicas japonesas são difíceis de tocar
  • músicas que modulam tb
  • músicas infantis são fáceis mas nem sempre
  • blues é legal pq vc não precisa tocar tudo direitinho. Chama improviso.
  • algumas músicas servem, outras não. Vamos tentar vários tipos prá ver o que cai bem em cada uma.
  • músicas pop quase sempre usam gaitas em C
Vou exercitar isto apresentando umas 10 músicas completamente diferentes e tentando explorar o que se pode fazer com uma gaita por cima que não seja só tentar imitar o instrumento de solo ou a linha de voz. Essas músicas poderiam ser, por exemplo
  1. "Every you and every me", do Placebo. Para treinar o famoso solinho "eu começo tocando igual e depois despiroco". Finíssimo.
  2. "The sea", do Morcheeba. Ótimo para treinar acordes. Bom tb prá quem gosta de pedais e afins.
  3. "One step at a time", do Johnny Winter. Tem que ter um blues que seja. Nada melhor que um sem gaita e com espaços prá servir de playalong, mesmo que os espaços já estejam tomados pela guitarra.
  4. alguma do Djavan que não seja "Oceano" nem "Samurai". O cd duplo ao vivo tem coisas boas. "Flor de Lis" por exemplo. Swing. Swing. Treinar os silêncios.
  5. alguma do Morphine. Como conviver com naipes de metais.
  6. alguma coisa do Jorge Benjor do cd duplo ao vivo dele. Mas tem que ser do primeiro. É mais difícil do que parece. Humildade.
  7. "Ilariê" da Xuxa. Cid Guerreiro né? Tem que saber tocar. Além do mais, Cid é ótimo em riffs.
  8. "O Canto da Cidade" da Daniela Mercury. O que fazer quando a voz da banda é fabulosa. Além do mais, é ritmo afro na veia, ótima oportunidade de se entender com as raízes da cultura negra que permeiam nossa música.
  9. "Cherish" da Madonna. Exercício de jazz versão Kenji. Ótimos espaços de improvisos. Como saber onde parar.
  10. "All Along the Watchtower" do Bob Dylan. Mas sem tocar igual ele, claro. Educativo. "Sempre se pode consertar algo do Bob Dylan" ;-)
a terceira parte do meu curso vai ser sobre pequenas trapaças gaitísticas. Meus efeitos e vibratos são uma droga, mas isso não é problema pq não são para serem usados o tempo todo. Contudo, 2 aspectos são fundamentais: todo gaitista tem que treinar para ter algum tipo decente de vibrato e todo gaitista precisa conseguir fazer os bends mais fáceis sem danificar a gaita, ou seja, com pouco sopro. Não é tão difícil, de verdade. É mais uma questão de fé e de conscientização. Mais uns 10 minutos de exercício pq ninguém é de ferro.

a quarta parte vai ser sobre "adote uma música". Todo gaitista precisa saber 1 ou 2 músicas bem para poder tocar quando aparecer na TV, ou quando alguém perguntar, ou quando tiver a oportunidade de tocar em público, etc. Na verdade, não tem muito o que ensinar aqui. Basicamente é baixar várias versões diferentes da mesma música e tentar ter idéias do que poderia ser feito para a música ficar legal com gaita. Mas o mais importante é que 1 ou 2 músicas bem tocadas podem ser a diferença entre a pessoa desistir de tocar e conseguir resultados bons o suficiente para impressionar os parentes no Natal, que por sinal, está chegando.

fecho o curso com mais whisky. O aluno não precisa pagar pela aula se trouxer a garrafa de casa ;-)

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

bends anima

hoje eu fiz uma estripolia e tirei 80 e tantos reais do bolso prá levar uma bends anima pro porta-luvas do carro, meu atual estúdio de ensaio nos momentos de trânsito pesado.

minha grata surpresa é que se revelou uma gaita muito boa. A afinação em D ajuda, claro, mas não tira o mérito de ter uma boa gaita "out of the box".

eu continuo achando 80 contos um preço meio alto para uma diatônica. tinha uma caixinha da bends com várias adágio por uns 500 contos, bem bonitinha, que se meu cartão de crédito tivesse chegado, talvez eu tivesse levado parcelado de auto-presente de Natal.

minha sugestão prá caixinha: alça, ou pelo menos lugar para pregar alguma.

agora vou fazer, literalmente, um test-drive nela prá ver a durabilidade.

ah sim, comercial da bends, boa e má notícia. boa notícia é que só tinha bends no balcão da guitar shop. má notícia que sabe-se lá onde foi o fole...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Show do Estação Blues na Status


Novamente, show da minha banda em BH, a Estação Blues.
Aparece lá.

Abraços,


Helio

Sempre uma boa pedida. Recado dado.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Jochem Van der Saag

Achei esse cara por acidente, numa música do Michael Bublé, tocando uma gaita decente.

Parece que o cara é tipo um Rildo Hora na terra dele, isto é, um gaitista que é um grande produtor. Ou se não for um grande produtor, tem uma carteira bem razoável de clientes no portfólio...

Vc consegue ouvir uma palhinha em "How sweet it is" aqui

SPAH 2010

O pessoal da Harmonica Ramblings, a revista oficial do SPAH, tá disponibilizando um pedaço para download em PDF

http://www.harmonicahappenings.com/Long_Journey.pdf

Para receber a revista em casa, basta se filiar ao SPAH. É uma revista interessante. Vale a pena.

Benê em Dezembro em SP


DUO BENÊ CHIRÉIA & MARCELO RICCIARDI

Os músicos têm formações diferentes, porém identificados com a riqueza
instrumental brasileira.

Benê Chiréia (harmônica) e Marcelo Ricciardi (violão) são componentes
da Troupe da Gaita, um grupo de música instrumental consagrado em
Curitiba. Foi neste meio que construíram seus estilos e maneirismos
próprios.

Outro fator interessante é que os músicos Benê Chiréia e Marcelo
Ricciardi têm uma formação musical bem enraizada no blues e no rock.
São fundadores da banda Mister Jack. Esse tempero do blues são
claramente percebido quando eles começam tocar.

O resultado é um conjunto de canções muito bem arranjadas -
principalmente sambas e choros do período entre os anos 40 e 60.
Tudo isso, acrescentado a um repertório diversificado, que inclui
estilos musicais como o tango, bolero, jazz e blues demonstrando na
prática o ecletismo presente na formação musical deles.


Local: Teatro do SESI – Paulista
"Música em Cena”
Data e horário: Dia 12 de dezembro, às 12h
Endereço: Av. Paulista, 1313
Tel.: (11) 3266-3645 / 3266-3569
Preço: Gratuito

Local: Grande Auditório do MASP
"Música no MASP"
Data e horário: Dia 14 de dezembro, às 12h30
Endereço: MASP- Avenida Paulista, 1578
Tel.: (11) 3266-3645 / 3266-3569
Preço: Gratuito.

Não percam. Benê é sempre uma boa pedida. E tá devendo um pulo em BH.

sábado, 13 de novembro de 2010

Franco Luciani

ganhou o Figura del Año Solista Instrumental do prêmio ATAHUALPA 2010

Nossas sinceras felicitações. Luciani é um gaitista da melhor qualidade, prêmio merecidíssimo.

thanks Bresslau

Quem não conhece o trabalho dele, pode dar uma conferida neste vídeo

Trupe no blog Janela Aberta

o blog publicou fotos muito legais desta trupe que é uma das referências do instrumento no Brasil

confira!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Peter Hassle

deu na vírgula do UOL

http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/musica/2010/11/09/261961-festival-internacional-reune-musicos-de-metro-para-shows-em-estacoes-de-sp

(...) Às 10h54 da manhã desta terça, a presença de duas guitarras amplificadas já despertava a curiosidade de alguns passageiros do metrô. Era o duo Mustard and Custard que se preparava para tocar os primeiros acordes de suas canções. Formado pelo brasileiro Kadu Abecassis e pelo inglês Pete Hassle, o Mustard contagiou os cerca de vinte espectadores com um vasto repertório de blues e folk. Kadu mostrou ter muita desenvoltura com a guitarra e Pete comandou a gaita, presença indispensável nos dois gêneros.(...)

Dá prá ouvir um pouco do som desses dois aqui



sem gaita aqui. video legal.



só voz aqui. que vídeo legal hein?



agora com uma gaita bem decente



convenhamos. o sujeito manda muito bem.

e-books de gaita da mel bay

deu no yahoo

http://br.noticias.yahoo.com/s/09112010/24/economia-negocios-editora-musicas-mel-bay.html

(...) A Mel Bay Publications, Inc. torna hoje a aprendizagem de música mais fácil com o lançamento de mais de 1.000 livros eletrônicos. "Continuando a tradição maravilhosa de ensinar o mundo a tocar tudo, de guitarra a gaita, Mel Bay está novamente transformando a forma como as pessoas aprendem a tocar música apresentando e-books", diz Bryndon Bay, presidente da corporação e terceira geração Bay. "Nossa empresa foi fundada sob o princípio de que a educação musical deve estar disponível para todos em todos os lugares. Os e-books tornam isso possível de forma mais conveniente".

Mel Bay usará a distribuição digital de documentos em PDF, dando aos usuários acesso a mais de 1.000 títulos de qualquer dispositivo compatível. Mais de 2.500 e-books estarão disponíveis até janeiro de 2011. Os consumidores podem comprar os e-books em www.melbay.com .(...)

Bendito

Pessoal,
 
Amanhã tem Bendito Blues no The Art From Mars, a partir das 22 horas,  celebrando o retorno do elegante Eduardo Vasconcelos nos vocais, após uma turnê solo em New Orleans.
 
Até lá!
 
Samir.

domingo, 7 de novembro de 2010

Madcat vem aí (tour)

Hello Brazil-

The big news is that I am about to start my tenth tour of Brazil.

I will again be touring with the Big Joe Manfra Blues Band.
Jefferson Gonçalves will also be featured at the first four shows of the tour.
Sunday, November 14, 2010
9:00 PM
12ª edição da Mostra SESC Cariri de Cultura
(88) 3523 4444
Crato - CE
Thursday, November 18, 2010
12:30 PM
Pocket Show
Saraiva Mega Store
Rua do Ouvidor, 98A
Centro
Rio de Janeiro - RJ
Friday, November 19, 2010
10:00 PM
Rio Rock & Blues
(21) 3684-1091
Rua do Riachuelo, 20
Lapa
CEP 20230-014
Rio de Janeiro - RJ
Saturday, November 20, 2010
10:00 PM
Maria do Céu
(21) 2637-2181
Av Roberto Silveira 880
Flamengo
Maricá - RJ
Thursday, November 25, 2010
Moinho da Estação Blues Festival
(54) 3028-6149
Mississippi Delta Blues Bar
Moinho da Estação
Caxias do Sul - RS
Friday, November 26, 2010
Cultural Bar
3214-1289 ou 8835-1624
Av.Deusdedith Salgado, 3955
Teixeira
Juiz de Fora - MG
Saturday, November 27, 2010
SESC Barra Mansa
Rua Tenente José Eduardo, 560
Barra Mansa - RJ
I look forward to a great tour.
I hope to see you soon.
Peace & Joy,

imperdível

Rachelle



a moça manda bem

AMAZING (grace)



não sei como ele faz o que faz

mas ele faz

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Gaita e os passarinhos (dica do Carlini)

Samir e o Hippie

Pessoal,

Show do Bendito Blues turbinado com a presença do frenético Lucas Hippie nos vocais!
Imperdível! Quem for, verá!
Segue um vídeo do Lucas tocando com a sua banda, a Fat Hippie Experience.
Isso aí é só um aperitivo do que vai rolar no Capim Limão.

Lucas Hippie e o Groove já conhecido do Bendito Blues no Capim Limão, amanhã, quinta feira, a partir das 21 horas!

Gostaria muito que alguns de vocês fossem! Vai ser muuuuito bom!

Grande abraço a todos!

Samir